sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Orgulho

Um assunto que mexe muito com minha vida quando eu ouço e o orgulho. Infelizmente ouço poucas pessoas falarem sobre isso. Provavelmente por falta de autoridade no assunto. Contudo tenho um grande desejo de denunciar esse parasita na minha vida e na vida de quem sobre do mesmo mal. Não sei falar tudo sobre esse assunto, mas li dois parágrafos de C.S. Lewis que serviram como espelho para mim e espero que seja útil para você:
“Não se deve pensar que o orgulho seja algo que Deus proíbe porque o ofende, ou que a humildade seja algo que Ele exige, em função de Sua própria dignidade, como se o próprio Deus fosse orgulhoso. Ele não está absolutamente preocupado com a sua própria dignidade. A questão é que Deus quer que o conheçamos, quer se dar a nós. E nós somos feitos de tal modo que, se realmente tivermos qualquer contato com Deus, nós seremos, de fato, humildes, humildes e felizes, sentindo o infinito alivio de termos nos livrado de uma vez por todas da absurda bobagem de nossa própria dignidade, que nos fez ansiosos e infelizes por toda a vida. Deus procura fazer-nos humildades a fim de tornar possível este momento: procura tirar uma porção de tolas e feias fantasias com o que nos enfeitamos, e ficamos empertigados como pequenos idiotas que somos. Eu mesmo gostaria de ter alcançado um maior grau de humildade, pois assim poderia expressar-me melhor sobre o alivio e o prazer de tirar a fantasia, de livrar-me do falso eu, com todo o seu artificialismo e jactância. Conseguir chegar aí, apenas por um momento, é como um copo de água fresca no deserto.
A quem queira adquirir a humildade, acho que posso ensinar-lhes o primeiro passo. É compreender que somos orgulhosos. E este é também um passo enorme. Bem, ao menos nada, nada mesmo, pode ser feito antes disso. Se pensarmos que não somos orgulhosos é sinal de que, na realidade, somos muito orgulhosos.”

2 comentários:

Edilson disse...

De fato sempre dizemos que não temos orgulho, mas já estamos sendo, pois todos nos temos falhas e não conhecemos nosso próprio coração. Deus diz que a coisa mais corrupta no mundo é o coração do homem. Se não somos capazes de assumirmos que somos falhos e cheios de erros, então deixamos de ser humildes e se deixamos de ser humildes automaticamente somos orgulhosos. Que Deus possa através do seu poder e de seu espírito mostrar o que realmente somos.

Deus abençoe a todos em suas jornadas de conhecimento próprio.

Jonas Madureira disse...

E aí, Leo?!

Que bom conhecer seu blog e, por tabela, conhecer também o que vc está fazendo para o Reino. Parabéns, meu amigo! Adorei as fotos do casamento missionário! rs

Abração!
Jonas