sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Acabei de encontrar um amigo antigo em uma loja de eletrodomésticos. Apresentei minha esposa e fiquei feliz por ver que a esposa dele estava esperando outro filho. Conversamos um pouco e logo ele me perguntou o que muitas pessoas me perguntam. “- e as missões, como que vão?”.
Falei bem resumidamente o porque nós demos uma parada e enquanto falava ele me interrompeu com a seguinte afirmação. “é, quando casa as coisas mudam!”. Ele me falou isso num tom de um pouco de tristeza, e sem pensar muito concordei com um gesto.
Essa não é a primeira vez que ouço isso e concordo, mas estou aqui pensando… o que mudou? Porque esse ar de tristeza? Porque parece que quando casamos as coisas mudam tanto, mas principalmente, porque todos encontram no casamento (família) uma barreira enorme para ser missionário?
Bom, no meu caso não foi assim, não foi porque eu casei que eu parei e muito pelo contrário, esse continua sendo o maior sonho e projeto meu e da minha esposa. Porém não nego que isso passou por minha cabeça. Pensei que era melhor não ir para o campo para não expor minha família a situações dificeis, pensei que eu deveria prover tudo na minha casa porque a final de contas sou o homem da casa, pensei que era melhor fazer um pé de meia antes de voltar a me arriscar… enfim, pensei um monte de coisas enquanto me esquecia que depois que casei e não estou mais no campo continuo passando por situações difíceis, continuo dependendo de Deus para suprir minhas necessidades e continuo acreditando que meu pé de meia está na eternidade.

Sabe, acho que é muito comum pensar que quando Deus me dá algo sou dono disso e agora eu que tenho que cuidar sozinho. Achei que deveria agir assim com meu casamento, mas quando olho para o Jesus sei que tudo é dele e é Ele que cuida. Idependente se estou em missões ou não, se tenho 13° ou não, se sou casado ou não.

Da próxima vez que alguém vier me dizer que quando casa tudo é diferente no sentido que esse meu amigo falou, minha resposta será: “poxa, é verdade. Agora não dependo mais de Deus sozinho, dependo junto com minha esposa.”

Um comentário:

Henrique Abrantes disse...

Olá tudo bem? Eu sou do Grupo HAS e tenho interesse em colocar um banner no seu blog.
Na verdade seria uma troca, você colocaria um banner no meu blog e vice versa entre em contato comigo:
E-mail: has.25@hotmail.com
Blog: http://has02.blogspot.com