sexta-feira, 20 de abril de 2007

Escravo por amor...

Iniciado em Hernhut, Alemanha no século 18, o movimento de oração continua (24 horas) chamado Moravianos durou por quase 100 anos, e eles não oravam por aquilo que não estavam dispostos a ser a resposta.
Dois jovens Moravianos, de 20 anos ouviram sobre uma ilha no Leste da India cujo dono era um Britânico agricultor e ateu, este tinha tomado das florestas da África mais de 2000 pessoas e feito delas seus escravos, essas pessoas iriam viver e morrer sem nunca ouvirem falar de Cristo.
Esses joves fizeram contato com o dono da ilha e perguntaram se poderiam ir para lá como missionários, a resposta do dono foi imediata: “ Nenhum pregador e nenhum clerico chegaria a essa ilha para falar sobre essa coisa sem sentido”. Então eles voltaram a orar e fizeram uma nova proposta: “E se fossemos a sua ilha como seus escravos para sempre?”, o homem disse que aceitaria, mas não pagaria nem mesmo o tranposte deles. Então os jovens usaram o valor de sua propria venda para custiar sua viagem.
No dia que estavam no porto se despedindo do grupo de oração e de suas familias o choro de todos era intenso, pois sabiam que nunca mais veriam aqueles irmãos tão queridos, quando o navio tomou certa distância eles dois se abraçaram e gritaram suas ultimas palavras que foram ouvidas: “QUE O CORDEIRO QUE FOI IMOLADO RECEBA A RECOMPENSA DO SEU SOFRIMENTO”.

4 comentários:

Beto Biscesto disse...

Eai léo saudade de vc meu querido... abraç~zo... parabéns pelo blog.. ta show de bola...

Marcela (Mackenzie) disse...

Oi Leo,

Muito legal as fotinhos e tudo que você está vivendo ai. Que Deus abençõe a sua vida pra vc continuar abençoando a vida de muita gente! ;)

beijo,

Anônimo disse...

iai safadão

Ana disse...

Olá! Pesquisando coisas sobre a JOCUM cheguei ao seu blog.... gostaria de saber mais sobte esse projeto de adoção de mensalidade de crianças....segue meu e-mail

Fique na paz!

aninhaierisi@hotmail.com